Como Pode?

Icon

Você já se fez essa pergunta hoje?

Como clarear fotos online

Quem tira muitas fotos, à noite principalmente, pode ter problemas na iluminação. Resultado: fotos muito escuras.

Uma das formas de atenuar esse escurecimento das fotos é usar um programa editor de imagens. Para quem não tem um programa instalado, pode tentar fazer a correção na internet mesmo, sem precisar baixar nenhum programa. Só visitar o http://www.clarearfoto.com.

No http://www.clarearfoto.com é só fazer o upload de sua foto escura, e dizer qual a porcentagem de clareamento desejado. Em instantes, você poderá ver detalhes que nem apareciam antes!

Se você quiser, poderá aplicar ainda outros efeitos interessantes, como esfumaçar, colocar molduras, colocar bordas, recortar, girar, inverter, e muito mais!

Confira no http://www.clarearfoto.com.

Os melhores aplicativos para iPhone 4

Tenho usado o iPhone 4 com bastante frequência, e alguns aplicativos tem me ajudado bastante no meu dia-a-dia. A maioria deles, na verdade, são jogos. E como fico entediado fácil durante o dia, nada como um bom joguinho pra relaxar.

O primeiro deles é o BloonsTD4. Esse joguinho é viciante. O objetivo principal é estourar balões, de várias cores, que percorrem um determinado percurso. Para estourá-los, você irá contar com a ajudar de diversos macacos. Cada macaco tem uma habilidade específica. Uns atiram bumerangues, outros dão tiros de canhão, etc. A idéia é posicionar os macacos (e muitos outros recursos) de forma a não deixar nenhum balão escapar.

BloonsTD4

BloonsTD4

Você pode jogar o BloonsTD4 online no site http://ninjakiwi.com/Portugues/Games/Tower-Defense/Play/Bloons-Tower-Defense-4.html

Outro joguinho que interessante é o NBA 2K12. Esse é um jogo de basquete, da NBA, onde é possível jogar com estrelas do passado, como Michael Jordan, Magic Johnson e Larry Bird. Para quem era viciado como eu no Lakers vc Celtics, esse jogo é fenomenal. Os dribles, os arremessos, a armação, a estratégia… eu parei no tempo, e não imaginava que jogos de basquete estavam nesse nível.

NBA 2K12

NBA 2K12

http://2ksports.com/games/nba2k12

Um aplicativo que uso de vez em quando é o SoundHound. Imagine a situação: você achou um CD perdido por aí, com centenar de músicas mp3, e resolveu jogar no iPod. Muitas das músicas nem tem nome, estão apenas como Track 01, Track 02… aí é foda né.

Con o SoundHound, você consegue identificar que música está tocando. O app automaticamente faz uma análise, do comecinho da música, e te diz o nome da música, o autor, a letra, e muitas outras informações relevantes. Você pode ainda cantar, com a própria voz, trechos da música, e ele acha pra você (acha as informações, não a música).

http://www.soundhound.com/

Se você trabalha com sites na Internet, vai gostar do Quicklytics. Ele busca informações do Google Analytics (é necessário fazer o login com seus dados do Google), e mostra de forma bem organizada cada um dos seus sites. Eu particularmente uso bastante ao longo do dia, já que tenho centenas de sites. E como não dou muita atenção para todos eles, uso o Quicklytics pra ter uma visão geral do que aconteceu nos últimos dias (ontem, no mês, e customizado). Pelo que vi, ele foi desenvolvido por um brasileiro. Muito legal!

Quicklytics

Quicklytics

Daqui uns dias posto mais uns apps legais!

Por que comprar um iPhone 4?

Nunca comprei um telefone celular. Sempre ganhei de presente. Meu primeiro celular foi um Motorola, modelo Talkabout. Era um celular pequeno, com visor igual ao do Game Boy. Supria bem minhas necessidades, que não eram muitas. Aliás, eu não precisava de celular, mas minha mãe precisava saber onde eu estava.

Celular Motorola Talkabout

Celular Motorola Talkabout

Meu segundo celular foi um Nokia, cujo modelo eu não me lembro o nome. Era um modelo colorido já, com menuzinho, e tal. Ganhei da patroa, que queria monitorar minhas conversas. Foi um bom celular, deve estar funcionando até hoje.

Meu terceiro celular foi um Nokia também. Minha patroa tinha comprado um Nokia N70, mas achou ele um pouco pesado, e me deu de presente. Esse foi um celular valente. Ele tinha uma câmera de 2mp, e foi o que mais usei para tirar fotos até hoje. Pude instalar vários aplicativos nele também. Como rodava o Symbian, tinha um monte de joguinhos disponíveis. Era um Smartphone completo, como dizem por aí.

Nokia N70

Nokia N70

Tive também um Nokia E65. Esse era bem parecido com o Nokia N70, em relação ao processamento, funcionalidades. O teclado era deslizante, e o celular era menor que o N70 também. Muito legal esse aparelho, tinha wi-fi, e tal. O navegador era razoável, abria as páginas mais simples, e as páginas otimizadas para mobile. Esse celular era do amigo do amigo de não sei quem, amigo do meu irmão, que ia buscar o celuar em casa… e como o meu antigo N70 tinha zicado o display, não pensei duas vezes. Peguei emprestado pra mim.

Nokia E65

Nokia E65

Meu último celular, também um presente, foi um iPhone 4. E esse sim é um senhor celular. Eu sempre quis, por exemplo, jogar Street Fighter 2 no celular. No iPhone 4, não só joguei o Street Fighter 2, como joguei vários outros Street’s disponíveis.

Jogar no iPhone 4 é realmente surpreendente. Não sei como funciona em outros celulares Android, mas a tela multi-touch do iPhone 4 é muito boa. Telas multi-touch permitem uma variedade maior de comandos, necessários em jogos. Como num video-game, agilidade é fundamental, e a tela responde bem aos comandos.

Além dos jogos, tenho me divertido bastante com a opção de mapas e GPS. O iPhone 4 utiliza os mapas do Google Maps. Inclusive, aparecem as imagens do Google Street View (http://www.riostreetview.com). Com o posicionamento automático, dá pra traçar rotas, e tal… bem legal.

Em relação às mídias sociais, o iPhone 4 tem aplicativos interessantes. Instalei um aplicativo do Facebook mesmo, e achei bem legal. Pro Twitter, uso o Echoffon. Pra navegar, temos a opção de zoom na tela, utilizando dois dedos. Uso o Safari, e estou bastante satisfeito. Muitas pessoas questionam o iPhone 4, pois ele não abre sites em flash… mas para isso, existem vários navegadores disponíveis por aí, que já abrem flash também.

Venho usando pouco o iPod (sim, o iPhone tem um iPod instalado). Cabe muita música, são vários os aplicativos disponíveis. Tem um que está me ajudando muito. Ele identifica a música que está tocando. Como tenho milhares de músicas, muitas das quais totalmente bagunçadas, sem título, sem nada, o aplicativo é uma mão na roda.

O único problema que tive até agora foi a câmera frontal. Ela resolveu dar pau. Pesquisei muito na Internet a respeito, e vi que fui abençoado com um dos modelos cuja câmera trava, sem motivo aparente. Não adiantou nada eu dar boot físico, atualizar o firmware, etc. Até trocar de cãmera já tentei, mas a câmera que eu comprei parece muito fajutinha… então estou no aguardo da outra câmera, que comprei pelo eBay.

Como o iPhone 4 tem duas câmeras, venho me virando com a câmera traseira (aquela que tiramos fotos de nós mesmos). Ela é muito boa. E se ela é boa, a da frente então deve ser bem melhor.

Um dos problemas que o iPhone 4 pode trazer aos usuários é devido ao bloqueio. O iPhone 4 vem de fora (o meu veio dos EUA) bloqueado, só funcionaria com chip da AT&T, uma operadora dos EUA. Para burlar esse bloqueio, tenho um negocinho chinês, chamado Gevey. Ele permite que eu utilize um chip pré-pago da TIM. Dessa forma, telefonar e usar a Internet é bem tranquilo.

Já postei aqui sobre alguns probleminhas na atualização do software (no momento, estamos na versão 4.3.5). Tive que fazer o Jailbreak, que é um procedimento legal, e que me permite baixar aplicativos de graça. Caso não seja feito o Jailbreak, é necessário pagar por cada aplicativo baixado. Os preos são baixos (coisa de 0,99 dólar, ou pouco mais que isso), mas de aplicativo em aplicativo, a coisa pega. Como eu sou pobre (ganhei o iPhone 4), não posso me dar ao luxo de pagar por todos os aplicativos… mas quem tem grana nem deve se preocupar com isso.

Estou planejando, num futuro próximo, pegar um celular Android. Já brinquei com um, e achei bem prático também. Só que, como nunca comprei celular, espero não precisar comprar esse também hehe…

Como comprar na Santa Ifigênia

Muitas pessoas, tanto de São Paulo como de outras cidades, vão até a região da Santa Ifigênia para comprar produtos eletrônicos. Celulares, aparelhos de DVD, produtos de informática, aparelhos de som… é possível encontrar de tudo por lá.

Saber como comprar na Santa Ifigênia é que é a questão. Quem vai lá pela primeira vez, pode se assustar com a quantidade de lojas disponíveis. Pode se assustar ainda com a quantidade de produtos, aparentemente, falsificados. E pode se assustar, com certeza, com a insegurança que é comprar por lá.

Sejamos francos. Apesar das lojas estarem legalizadas, apesar dos lojistas darem notas fiscais, apesar do intenso movimento, que pode passar a falsa impressão de confiança, todo o cuidado é pouco. Você pode comprar gato por lebre, e ter muita dor de cabeça se quiser reaver seu dinheiro.

Uma das dicas que dou, e que evidentemente é a dica básica, é, PESQUISE. Ande por todas as lojas possíveis, pesquisando não somente o preço de produtos, como também a idoneidade dos lojistas. Muitos lojistas da Santa Ifigênia, apesar de estarem trabalhando na mesma região, disputam a tapa a preferência do cliente. Evidentemente, eles querem que você compre na loja deles, e não na vizinho ao lado.

Pesquisar a idoneidade de uma loja de produtos eletrônicos não é fácil. Deve começar antes mesmo de ir até a região, se possível. Ter referências de pessoas que já compraram por lá é fundamental. Por exemplo, se você for comprar pilhas recarregáveis, pendrives, cartões de memória ou DVD’s virgens, você está lascado. São centenas de lojas que vendem esses produtos. Muitos, oferecem praticamente os mesmos preços. As marcas, aparentemente são todas iguais… então, o que fazer?

Pesquise. Pergunte ao seu amigo que já comprou por lá, ou entre em algum fórum de discussão. Obtenha referências confiáveis.

Uma outra dica que dou é perguntar sobre determinada loja em lojas completamente diferentes. Por exemplo, você pode perguntar numa loja especializada em câmeras fotográficas onde é o melhor lugar para se comprar pilhas recarregáveis. Mas seja bem claro: em quem se pode confiar, que não seja aqui da sua galeria? Isso, porque o lojista pode te indicar o colega do lado, ou o colega do mesmo corredor, da mesma galeria… e isso de nada iria adiantar.

Perguntar por lojas em outras galerias te abre o leque de pesquisa. Se uma determinada loja for indicada mais de uma vez, é sinal de que, ou o lojista é mesmo de confiança… ou a rede de contatos dele é grande. E uma boa rede de contatos às vezes é um bom sinal. Demonstra que ele tem alguma vantagem em relação aos demais, que pode ter um cuidado maior com seus negócios… e que têm produtos de qualidade.

Preços na Santa Ifigênia são tentadores. Comprar por lá, ou comprar na Internet, quase sempre não tem diferença. Os preços são parecidos… e pechinchando, você conseguir bons negócios. Mais de uma vez consegui comprar produtos com preços mais baratos que nas lojas concorrentes da região.

Evite ostentar na região. O conselho que dou aqui é direto e reto. Fique esperto. Roubos podem acontecer em qualquer lugar. Ou nas proximidades, logos depois que você fizer suas compras.

Uma boa dica que dou para quem não é de São Paulo é fazer um roteiro turístico. Você pode tirar um dia, e ir pela manhã na região do bairro da Liberdade, ali pertinho. Almoce, passeie na região, que também tem algumas lojinhas de importados. Em seguida, pode ir a pé até a Sé, conhecer toda a região central… e chegar na estação São Bento do metrô, logo ali. Para ir até a Santa Ifigênia, é só atravessar o Viaduto do Chá.

Minha última aquisição lá foi um controle remoto para o Lexux Box F36. Produto praticamente fora de linha, foi quase um parto encontrar alguém que vendesse. Em outras cidades, o controle não existe… mas na Santa Ifigênia, encontrei o bichinho (e similares) por R$ 40,00. No Mercado Livre, o preço oscila entre R$ 37,00 e R$ 60,00. Ou seja, fiz uma boa compra. Aproveitei a viagem e comprei algumas pilhas recarregáveis Sony (AA e AAA), por R$ 20,00 o par. Pilhas aparentemente originais…

Bons negócios na Santa Ifigênia!

Como usar gevey com firmware 4.3.5 no Iphone 4 com Jailbreak

Nessa última semana me deparei com o seguinte problema: atualizei meu iPhone 4 pelo iTunes, e a versão do firmware passou a ser a 4.3.5. Antes disso, meu iPhone 4 estava na versão 4.3.4, com o jailbreak redondo, e usando o gevey com um chip Tim pré-pago.

Tentei fazer o jailbreak usando o redsn0w, e consegui. Usei o firmware 4.3.4 mesmo, instalei o Cydia, e passei a bootar thetered. Instalei o Installous, e tal… tudo tranquilo.

Quando tentei fazer o esqueminha do gevey (mensagem em chinês, 112, modo avião, e tal), nada do negócio funcionar. Aparecia um palitinho de sinal, às vezes nem isso… uma dor de cabeça e tanto.

Pesquisei por aí e achei que o meu gevey (gevey pro) não iria mais rolar no 4.3.5. Talvez a incompatibilidade estivesse na baseband 4.10.01… e como eu não entendia muito desses termos, comecei a pesquisar por aí.

Fiz um teste restaurando o iPhone 4 pra tirar o jailbreak. Bom lembrar que nesse esquema tive que usar o chip da AT&T original que veio, senão o iTunes não liberava ele. Feito isso, testei o gevey novamente, sem o jailbreak… e funcionou.

Bom, que dilema: ou eu tinha um iPhone 4 com gevey rolando, e sem jailbreak, ou eu tinha um iPhone 4 com jailbreak, mas sem o gevey e sem poder fazer ligações. Que merda hein…

Pesquisei mais um pouco, e achei que um novo gevey pudesse me ajudar. Tem a versão do gevey ultra e gevey supreme, se não me engano. Mas até o negócio chegar aqui (se comprado no eBay), iria demorar uma eternidade… e eu não queria comprar no Mercado Livre… tá caro demais por lá.

Fui atrás de uma solução, e depois de muito tentar, consegui ativar o gevey no iPhone 4 4.3.5 com jaibreak. Eis o caminho das pedras:

1) com o iPhone 4 ligado, atualizado pro 4.3.5 no iTunes, feito o jaibreak, e com o gevey encaixado, instale o ultrasn0w. Você acha o utrasn0w no Cydia;

2) aceite a opção de reiniciar a Springboard. O iPhone vai reiniciar (não vai entrar no ícone da maçãzinha… só vai dar uma reiniciada rápida);

3) ao abrir o iPhone, desligue o wi-fi, e aguarde a mensagem em chinês do gevey. Quando ela aparecer, clique em Cancelar! Aguarde o palitinho de sinal, e disque 112… espere 2 segundos, clique em finalizar. Vá direto pro meu Geral, e fique atento pra quando o palitinho de sinal aparecer… ao aparecer, entre no modo avião.

4) aguarde as mensagens de erro de SIM, e tal… saia do modo avião, entre no modo avião de novo… e pronto. Sinal da TIM funcionando!

Alguns detalhes acho que são importantes nesse processo. Em primeiro lugar, fique atento para desligar o wi-fi assim que iPhone 4 reiniciar. Isso deve ser feito antes da mensagem em chinês do gevey aparecer.

O palitinho do sinal pode demorar um pouco pra aparecer antes de discar 112. É preciso ter paciência… pode acontecer também do palitinho aparecer rapidamente, então fique atento. Apareceu, disque 112… espere os 2 segundos, e finalize.

Tentei várias vezes clicando em Aceitar ao invés de Cancelar… até que vi essa dica em um fórum americano. É engraçado, mas é isso mesmo, temos que cancelar ao invés de Aceitar.

Uma dica importante é instalar o Cydia e o Installous antes. Dá um trampo da porra fazer isso tudo… e como o 4.3.5 só boota thetered (conectado ao computador pelo redsn0w), de nada adianta funcionar o gevey… pra daí perceber que o jaibreak não tá funcionando direito. Pode acontecer de dar uns paus quando instala o Cydia (o ícone dele ficar branco), ou o Installous não aparecer… mas daí é só ir insistindo no boot thetered, até que uma hora eles aparecem.

Certo?!

Câmera do Iphone 4 não funciona

Você sabe o que é loteria? Loteria é aquele negócio que você joga, e nunca ganha. Pode acontecer de você passar raspando, ganhar um bilhete de troca, ou uns troquinhos a mais pra comer uma feijoada. Mas o prêmio principal, é mais difícil.

Estatísticamente, e de acordo com as pesquisas que fiz em vários fórums da Internet, a probabilidade de você pegar um Iphone 4 com defeito na câmera é mínima. Tanto é que não encontrei por aí nenhum cristão abençoado com esse problema. Ter um Iphone 4 com defeito na câmera traseira (aquela que tiramos fotos dos outros, e não a nossa própria foto), é improvável.

Pois bem. Eis que tive a sorte de arrumar um Iphone 4 pra mim (presente), mas justo o meu, o primeiro do Brasil, com defeito na dita cuja câmera traseira. Tudo funciona direitinho, mas tirar foto com a super câmera de 5 mp e flash… necas.

O problema que acontece, pelo que vi por aí, é o seguinte: a câmera tem uma espécie de obturador, aquele negocinho que abre e fecha na hora de bater a foto. Na própria tela do Iphone 4 aparece uma imagem do obturador, como se fosse um olho biônico. É conhecido também como shutter, se não me engano.

Shutter Iphone 4

Shutter Iphone 4

Quando tento tirar uma foto, a câmera ameaça focar. Acho que o tal do auto-focus, ou recurso com mesmo nome, não consegue se fixar em um determinado objeto, não decide no que focar… e o shutter, o obturador, entra em pane. Trava a câmera.

No começo desconfiei que o problema estava no recurso HDR da câmera. Com esse recurso, o Iphone 4 tira 3 fotos da mesma imagem, com diferentes graus de exposição. Em seguida, combina o melhor das três, gerando uma foto com melhor resolução. É um recurso de software, portanto. E como fiz uns cambalachos com (jailbreak e desbloqueio), desconfiei que poderia ter algo a ver.

Câmera HDR

Câmera HDR

Pesquisando mais um pouco, descobri que o problema poderia ser, na verdade, de hardware. A câmera estava com problema. E o que o pessoal tem feito lá fora é trocar a câmera do Iphone 4.

Câmera traseira do Iphone 4

Câmera traseira do Iphone 4

Câmera traseira do Iphone 4

Câmera traseira do Iphone 4

Como no Brasil ainda é complicado encontrar a tal da câmera (no Mercado Livre até tem, mas o preço é irreal), encomendei uma pelo eBay. A câmera custa super barato (menos de 6 dólares), mas o frete dos Estados Unidos pra cá é que encarece a compra. Se não me engano, custou uns 15 dólares pra mandar enviar. Escolhi um vendedor bem qualificado, e paguei pelo PayPal.

A mesma câmera pode ser encontrada no Dealextreme. Vindo da China, o frete é grátis. O tempo de entrega é praticamente o mesmo (em torno de um mês). O link direto pra comprar do Dealextreme é o seguinte:

http://www.dealextreme.com/p/repair-part-replacement-back-camera-lens-with-flash-for-iphone-4-71897

Com a câmera em mãos, o problema agora é trocar a câmera. Como o Iphone 4 é bastante delicado, o ideal é mandar num técnico, que vai te cobrar lá uns 100 reais. Caso você mesmo resolva trocar a câmera, pode usar o passo-a-passo do vídeo abaixo:

Feito tudo isso, o problema está resolvido.

Como programar em PHP

Se você gosta de Internet e gosta de fazer sites, deve saber que o próximo passo depois de aprender a “subir” um site pronto (um blog no Blogger, por exemplo) é fazer o site desde o começo, do zero mesmo. Programar o site.

Sites nada mais são do que arquivos de computador inteligentes, que fazem o que mandamos. Não é só um arquivo de texto, com aquela sua historinha. É uma sequência de comandos, que são obedecidos pelo computador onde ele está gravado, e que faz tudo aquilo que você mandar. É o chamado algoritmo, em linguagem de computação.

Um algoritmo é lido pelo computador, o chamado servidor. No servidor, todos os comandos são lidos e obedecidos. Por exemplo, seu algoritmo pode mandar exibir uma imagem, e logo embaixo colocar um texto em itálico. Seu algoritmo, seu programa para mostrar o site, obedece e faz o que você manda.

A forma como o nosso computador exibe o algoritmo é baseado na linguagem HTML. É através do HTML que nossos navegadores (Internet Explorer, Firefox, Chrome) mostram as imagens, os textos. No nosso computador, as ordens já foram obedecidas, então temos apenas o resultado final na tela. O servidor, lá onde a página está hospedada, é que obedeceu o que o algoritmo mandava.

Um exemplo de algoritmo pode ser visto abaixo:

Abrir página da Internet
Buscar Imagem de um Jogo de Futebol nos arquivos
Exibir a Imagem de um Jogo de Futebol
Exibir um texto em itálico sobre a Imagem de um Jogo de Futebol
Terminar de exibir página da Internet

Perceba que, no servidor, a página da Internet é carregada de acordo com o que o algoritmo manda. Isso é feito porque o servidor, um computador bastante robusto, entende as ordens que são escritas em uma linguagem de programação. Entendendo a linguagem de programação, ele imprime a página.

A página que chega nos nossos computadores vem em um arquivo texto codificado em HTML. O arquivo, a grosso modo, é como aparece logo abaixo:

< HTML >
< IMG SRC=foto_jogo_de_futebol.jpg >
< i >Um jogo de futebol tem dois tempos de 45 minutos< /i>
< /HTML >

Repare que o algoritmo que mostramos anteriormente e a página HTML são parecidas. As letras HTML, as TAGS, definem a forma como a página é exibida. No caso acima, HTML abre a página, IMG exibe foto, e “i” minúsculo manda escrever em itálico.

E eis que a página com a imagem sobre futebol e texto em itálico aparece na nossa tela.

Evidentemente, o servidor, o computador robusto do outro lado, não entende as ordens “Abrir página da Internet” ou “Buscar Imagem de um Jogo de Futebol nos arquivos”. Ele ainda não é tão inteligente a ponto de entender nossas ordens em português. Por isso, o servidor utiliza uma linguagem intermediária, chamada de PHP. É através do PHP que o algoritmo é transformado em HTML.

PHP é uma das milhares de linguagens de programação existentes por aí. Você já deve ter ouvido falar de Java, C, Python. São linguagens de programação. No nosso caso, utilizamos o PHP, por n motivos. Mas você pode escolher a linguagem que você quiser.

Aprender uma linguagem de programação não é fácil. É como aprender um novo idioma. Mas, mais difícil do que aprender uma linguagem de programação, é aprender a programar. Saber programar, ou saber a fazer algoritmos, é o que diferencia os programadores uns dos outros. Bons programadores aprendem os detalhes da linguagem, e pronto. Maus programadores, além de não saberem programar, ainda tem que aprender os detalher da linguagem. Trabalho nada fácil.

Um programa em PHP dá ordens para o servidor. Um exemplo de página escrita em PHP pode ser vista abaixo:

< HTML >
“;
}
echo “< i >Um jogo de futebol tem dois tempos de 45 minutos< /i >“;
?>
< /HTML >

Perceba que a página HTML está meio embutida no programa em PHP. Isso porque o PHP dá as ordens para criar a página em HTML. O PHP, na verdade, faz tudo o que o HTML não faria. No caso acima, ele busca uma imagem de futebol em um banco de dados e manda exibir. Isso o HTML não faz.

Repare que o PHP utiliza vários recursos para auxiliar na criação da página HTML. Precisamos de um banco de dados para procurar imagens. Isso é feito através do MYSQL, um banco de dados que armazena dados. No caso, imagens_futebol. PHP pede ao banco de dados que retorne informações sobre determinada imagem:

SELECT * FROM imagens_futebol WHERE 1

Acima está escrito, em linguagem de banco de dados (uma outra linguagem), para “selecionar todos os dados do banco de dados imagens_futebol”. No caso, o banco teria armazenado na memória somente uma imagem, e ela seria devolvida para o PHP.

A essa altura, você já deve estar se perguntando: tenho que aprender tudo isso? E a resposta é sim! Tudo isso, e muito mais. Mas, como já foi dito antes, você deve aprender a programar primeiro. Aprendendo a programar (a chamada lógica de programação), é possível fazer qualquer página de Internet.

Gosta do Blogger? Alguém do Blogger já quebrou muito a cabeça pra fazer o seu Blog aparecer redondinho na Internet. Se você quiser fazer o mesmo, da sua maneira, é só aprender a programar.

Angry Birds. Como fiquei viciado nesse jogo.

Já faz um bom tempo que não fico viciado em um jogo de video-game. O último que fiquei mais tempo foi Call of Duty 4, na versão para computador. Mas já faz umas 3 semanas que não jogo…

Tive sérios problemas, no entanto, com um joguinho muito interessante para o Iphone. É o super famoso Angry Birds, da Rovio, empresa de desenvolvimento de jogos.

O jogo é muito simples demais, e a idéia é genial. Passarinhos contra porcos verdes, comedores de ovos. Os passarinhos suicidas, verdadeiros Kamikazes, se matam para acabar com os porquinhos malvados.

O esquema é sempre o mesmo. Os passarinhos, do lado esquerdo da tela, são arremessados com a ajuda de um estilingue em direção aos porcos, que estão empilhados em toras de madeira, pedras, tijolos, morros, etc. Num movimento balístico (lembra-se das aulas de física?), o jogador tem que acertar o ângulo e a força certa do arremesso, para que, com a pancada do passarinho, ele consiga ir eliminando os porcos verdes.

São centenas de fases. Eu já cheguei no terceiro “episódio”, sendo que cada episódio tem umas 30 fases. Para cada fase, você ganha um certo número de estrelinhas. Quanto mais eficiente você for, quanto menos passarinhos forem necessários para matar os porquinhos, mais estrelinhas você irá ganhar.

Agora imagine: centenas de fases, e vários níveis de performance. Até que você consiga ser “perfect”, vai demorar uma eternidade…

Viciante. Arremessar passarinhos amarelos, que caem como mísseis, ou passarinhos azuis, que explodem e se dividem em 3 outros passarinhos… ou passarinhos bumerangues, que voltam, literalmente… criatividade nota 10 para a Rovio.

Se você tem Iphone, ou se você tem um navegador Chrome, é só baixar e instalar. Outros sistemas se não me engano também têm o joguinho. É só pesquisar por aí que você irá encontrar!

RC Street Drift – corrida de carrinhos

Quero um carrinho e uma pista dessas pra mim!

Foca jogando basquete

Não sei direito em qual área da computação essa foca se enquadra. Ela é uma foca especial, que joga basquete.

Foca jogando basquete

Foca jogando basquete

Repare que a foca tem um braço mecânico dentro de sua boca. Temos portanto um robô, metido a basqueteiro.

Imagino que tal braço seja baseado em algoritmos não muito complexos. Um pouco de física para o cálculo da trajetória (balística), matemática para o cálculo do peso da bola, e qual força aplicar. Por força, imagino que deve-se calcular a velocidade a ser aplicada no braço, e nos centésimos de segundo desse movimento, calcular quando abrir os dedos pra bola escapar.

Como a cesta se move aleatoriamente, as câmeras devem focar no quadrado menor da tabela, imagino. Calcula-se seu tamanho, através da detecção de formas na análise das imagens. Duas câmeras devem ser melhores que uma, imagino eu. O motivo, não sei.

Pelo vídeo, a foca acerta 99% das vezes. Média bem acima da do Shaquille O’neal.