Como Pode?

Icon

Você já se fez essa pergunta hoje?

Produtos e distribuidores Herbalife

Quem já pensou em emagrecer, deve ter ouvido falar alguma vez dos produtos Herbalife. São inúmeros produtos, como o Fiberbond, Herbalifeline, Shapeworks, entre outros.

A Herbalife é uma multi-nacional americana muito poderosa. Para se ter uma idéia, um dos garotos-propaganda da empresa foi ninguém menos que David Beckhan. São vários os eventos esportivos onde aparecem os outdoors da Herbalife.

Produtos para emagrecer não são milagrosos, mas dada a quantidade de distribuidores de produtos Herbalife no mercado, existe algo por trás da empresa que chama a atenção. Ou os produtos funcionam mesmo, ou a empresa é uma gigante mundial do marketing.

Muitas pessoas irão dizer que a Herbalife é uma gigante mundial do marketing. Isso porque, através do sistema mundial de indicações e de recrutamento, milhares de pessoas no mundo inteiros trabalham incessantemente na divulgação dos produtos. E essas milhares de pessoas, com certeza, não iriam divulgar produtos que não funcionam…

Dessa forma, podemos dizer que a fórmula do sucesso da Herbalife está na qualidade dos produtos também. São milhares de pessoas que utilizam o Shake diariamente, e têm emagrecido com sucesso. Muitas dessas pessoas têm acompanhamento médico ou de nutricionistas, o que demonstra que, com bons produtos, e determinação, é possível emagrecer com saúde.

No Brasil, existem milhares de pessoas que usam com frequência os produtos Herbalife. Tais produtos podem ser encontrados com os também milhares de distribuidores, espalhados por quase todas as cidades do país.

Você pode entrar em contato com Distribuidores Herbalife através do site Nutri Br. Caso tenha interesse, pode solicitar mais informações sobre como se tornar um Distribuidor de produtos Herbalife também. Distribuidores de sucesso, com bons contato, conseguem rendimentos bastante satisfatórios.

Todo japonês é honesto, trabalhador, certinho?

Diz a lenda que as pessoas de ascendência oriental são trabalhadores, honestos, de confiança. Em especial os japoneses. Quem conhece, ou já conheceu alguma família de japoneses, tem essa impressão.

Isso acontece por vários motivos. Como vieram de outro país a trabalho, e conseguiram relativo progresso, as pessoas têm a impressão de que todos os japoneses merecem respeito e admiração.

De fato, grande parte dos japoneses não passa maiores necessidades. É difícil ver algum descendente de japonês pedindo esmola, por exemplo. Ou ainda, pouco se ouve falar de descendentes de japoneses envolvidos em crimes como roubo, assassinatos, sequestros.

No entanto, é bom ficar de olhos bem abertos. Como em toda sociedade, existem sim os ovelhas-negras, pessoas que resolvem fugir a regra, e acabam sendo recriminadas com ou sem razão.

Uma dessas pessoas apareceu recentemente nas manchetes. É uma jovem de Campo Grande, de apenas 19 anos. Detenta. Descendente de japoneses. Acusada de trafico de drogas. Seu nome é Kettryllen Oshiro, e venceu recentemente um concurso de beleza. Que grande orgulho deve ser para os pais e avós.

http://glo.bo/p0MmZC

Japonesa presa

Japonesa presa

Outra pessoa mais famosa é o político Luiz Gushiken. Segundo a wikipedia,

“Em 2005 Gushiken foi acusado e defende-se em processos em curso junto ao Tribunal de Contas da União e ao Supremo Tribunal Federal. Deixou a Secretaria de Comunicação e perdeu o status de ministro, assumindo a função de Chefe do Núcleo de Assuntos Estratégicos, NAE. Deixou o governo definitivamente em 2006, pouco tempo após a reeleição de Lula.”

Luiz Gushiken

Luiz Gushiken

Em São Paulo, no bairro da Liberdade, temos um ou dois japoneses mendigos. Quem já passou por lá deve ter visto. Diz a lenda que várias famílias de descendentes de japoneses de lá já tentaram ajudá-lo, mas o boa vida simplesmente recusa-se a receber qualquer tipo de ajuda.

Esse não é ele

Esse não é ele

Se levarmos em conta a questão de bom senso, temos na mídia alguns descendentes que tiveram suas atitudes questionadas, por não estarem de acordo com o que “boas famílias” pregam. Estamos falando da famosíssima Sabrina Sato, que além de posar pelada, protagonizou uma das poucos transas no Big Brother Brasil, da rede Globo.

Sabrina Sato

Sabrina Sato

Mais espantoso ainda foi um sequestro ocorrido há mais de 20 anos na cidade de Mogi das Cruzes. Dois estudantes do renomado ITA, de São José dos Campos, sequestraram a filha de uma das famílias mais tradicionais da cidade, os Eroles, de uma empresa de ônibus. Pascoal Katsumi Ishii e Eiji Ishisaki, foram mortos por manterem em cárcere privado (sequestro) Thabata Larissa Eroles Aragão. Diz a lenda que eles foram cobrar uma dívida relativa a contrabando de produtos do Paraguai. Na época, Gil Gomes deu o ar da graça na cidade, chamando o ITA de Instituto de Treinamento de Assassinos. Os dois estudantes foram mortos.

http://www.tvmoginews.com.br/default.aspx?id=3823

No Japão, os descendentes de japoneses são personagens pitorescos das mais variadas tragédias familiares, dignas de Nelson Rodrigues. Brasileiros (sim, brasileiros, pois nasceram no Brasil) descendentes de japoneses aparecem com frequencia nos telejornais japoneses. Mal vistos, são responsáveis por pequenos furtos, desinteligências, e até assassinatos. O brasileiro Adriano Sakamoto (35) é o principal acusado de ter matado a japonesa Yumi Harada (36) grávida de 7 meses dele em Aichi-ken, Kota-cho.

Por que comprar um iPhone 4?

Nunca comprei um telefone celular. Sempre ganhei de presente. Meu primeiro celular foi um Motorola, modelo Talkabout. Era um celular pequeno, com visor igual ao do Game Boy. Supria bem minhas necessidades, que não eram muitas. Aliás, eu não precisava de celular, mas minha mãe precisava saber onde eu estava.

Celular Motorola Talkabout

Celular Motorola Talkabout

Meu segundo celular foi um Nokia, cujo modelo eu não me lembro o nome. Era um modelo colorido já, com menuzinho, e tal. Ganhei da patroa, que queria monitorar minhas conversas. Foi um bom celular, deve estar funcionando até hoje.

Meu terceiro celular foi um Nokia também. Minha patroa tinha comprado um Nokia N70, mas achou ele um pouco pesado, e me deu de presente. Esse foi um celular valente. Ele tinha uma câmera de 2mp, e foi o que mais usei para tirar fotos até hoje. Pude instalar vários aplicativos nele também. Como rodava o Symbian, tinha um monte de joguinhos disponíveis. Era um Smartphone completo, como dizem por aí.

Nokia N70

Nokia N70

Tive também um Nokia E65. Esse era bem parecido com o Nokia N70, em relação ao processamento, funcionalidades. O teclado era deslizante, e o celular era menor que o N70 também. Muito legal esse aparelho, tinha wi-fi, e tal. O navegador era razoável, abria as páginas mais simples, e as páginas otimizadas para mobile. Esse celular era do amigo do amigo de não sei quem, amigo do meu irmão, que ia buscar o celuar em casa… e como o meu antigo N70 tinha zicado o display, não pensei duas vezes. Peguei emprestado pra mim.

Nokia E65

Nokia E65

Meu último celular, também um presente, foi um iPhone 4. E esse sim é um senhor celular. Eu sempre quis, por exemplo, jogar Street Fighter 2 no celular. No iPhone 4, não só joguei o Street Fighter 2, como joguei vários outros Street’s disponíveis.

Jogar no iPhone 4 é realmente surpreendente. Não sei como funciona em outros celulares Android, mas a tela multi-touch do iPhone 4 é muito boa. Telas multi-touch permitem uma variedade maior de comandos, necessários em jogos. Como num video-game, agilidade é fundamental, e a tela responde bem aos comandos.

Além dos jogos, tenho me divertido bastante com a opção de mapas e GPS. O iPhone 4 utiliza os mapas do Google Maps. Inclusive, aparecem as imagens do Google Street View (http://www.riostreetview.com). Com o posicionamento automático, dá pra traçar rotas, e tal… bem legal.

Em relação às mídias sociais, o iPhone 4 tem aplicativos interessantes. Instalei um aplicativo do Facebook mesmo, e achei bem legal. Pro Twitter, uso o Echoffon. Pra navegar, temos a opção de zoom na tela, utilizando dois dedos. Uso o Safari, e estou bastante satisfeito. Muitas pessoas questionam o iPhone 4, pois ele não abre sites em flash… mas para isso, existem vários navegadores disponíveis por aí, que já abrem flash também.

Venho usando pouco o iPod (sim, o iPhone tem um iPod instalado). Cabe muita música, são vários os aplicativos disponíveis. Tem um que está me ajudando muito. Ele identifica a música que está tocando. Como tenho milhares de músicas, muitas das quais totalmente bagunçadas, sem título, sem nada, o aplicativo é uma mão na roda.

O único problema que tive até agora foi a câmera frontal. Ela resolveu dar pau. Pesquisei muito na Internet a respeito, e vi que fui abençoado com um dos modelos cuja câmera trava, sem motivo aparente. Não adiantou nada eu dar boot físico, atualizar o firmware, etc. Até trocar de cãmera já tentei, mas a câmera que eu comprei parece muito fajutinha… então estou no aguardo da outra câmera, que comprei pelo eBay.

Como o iPhone 4 tem duas câmeras, venho me virando com a câmera traseira (aquela que tiramos fotos de nós mesmos). Ela é muito boa. E se ela é boa, a da frente então deve ser bem melhor.

Um dos problemas que o iPhone 4 pode trazer aos usuários é devido ao bloqueio. O iPhone 4 vem de fora (o meu veio dos EUA) bloqueado, só funcionaria com chip da AT&T, uma operadora dos EUA. Para burlar esse bloqueio, tenho um negocinho chinês, chamado Gevey. Ele permite que eu utilize um chip pré-pago da TIM. Dessa forma, telefonar e usar a Internet é bem tranquilo.

Já postei aqui sobre alguns probleminhas na atualização do software (no momento, estamos na versão 4.3.5). Tive que fazer o Jailbreak, que é um procedimento legal, e que me permite baixar aplicativos de graça. Caso não seja feito o Jailbreak, é necessário pagar por cada aplicativo baixado. Os preos são baixos (coisa de 0,99 dólar, ou pouco mais que isso), mas de aplicativo em aplicativo, a coisa pega. Como eu sou pobre (ganhei o iPhone 4), não posso me dar ao luxo de pagar por todos os aplicativos… mas quem tem grana nem deve se preocupar com isso.

Estou planejando, num futuro próximo, pegar um celular Android. Já brinquei com um, e achei bem prático também. Só que, como nunca comprei celular, espero não precisar comprar esse também hehe…

A intransigência de uma emissora de TV

Com a recente greve dos bancários, percebe-se por parte de uma certa emissora de TV a tendenciosa capacidade de manipulação das massas, coagindo os menos esclarecidos a tomar um partido equivocado.

Bancários não são os culpados por quaisquer problemas dos clientes. Quem não trabalha em banco não sabe o caos instalado em praticamente todas as agências de todos os bancos do país. Bancos privados ou públicos, é ferrenha a pressão sofrida por seus empregados. E nem todos sabem disso.

Não me venham com o discurso imediatista, egoísta, dizendo que bancários insatisfeitos devem procurar outros empregos. Não é assim que funcionam as coisas, ainda mais em um país de terceiro mundo. Concursados ou não, bancários têm todos os direitos constitucionais assegurados, independentemente do que os clientes vierem a falar. Se bancários querem fazer greve, isso é garantido por lei. Discursinhos hipócritas, focando apenas o próprio umbigo, não merecem atenção.

Se bancários estão fazendo greve, é porque alguma coisa está errado. Para os que não sabem, os salários estão achatados. Há falta de funcionários, para muito serviço. A pressão psicológica, em busca de resultados (metas), acaba prejudicando a saúde dos bancários. A falta de segurança nas agências, a má distribuição dos lucros, entre outros problemas históricos, dignificam qualquer bancário em suas atribuições. Poucas pessoas, aquelas, que “estão loucas querendo entrar na vaga de bancários preguiçosos”, conseguiriam cumprir suas tarefas da forma como estão sendo cumpridas hoje. Vide, concurso ou entrevistas de emprego, que já peneiraram os melhores dos piores.

Voltando à grande emissora de TV, vejo nesse exato momento os bancários sendo culpados por problemas dos clientes. Que exagero… sejamos francos: o cidadão não consegue depositar pensão alimentícia, e pode ser preso… por culpa dos bancários?

Emissora hipócrita. De onde vem a ordem para tal reportagem? Criticar os bancários, sendo que depósitos bancários podem ser feitos normalmente pelos caixas eletrônicos?! Qual o real interessse da digníssima emissora, senão jogar a população contra os bancários?

Cessada a greve dos correios, é esse o alvo da emissora de TV no momento? Por que a emissora se manteve em silêncio todo esse tempo? Qual o real interesse da emissora, resolvendo atacar os bancários… quando os verdadeiros culpados por qualquer descaso com a população são os banqueiros, e não os bancários!

Emissora de merda!

Direitos iguais entre os homens e as mulheres

Muito se fala nos dias de hoje sobre a equiparação dos direitos entre os homens e as mulheres no Brasil. Foi-se o tempo em que, submissa, a mulher aceita inerte os mandos e desmandos dos homens. A palavra de ordem hoje é direitos iguais.

Convenhamos, para os que são entendidos no assunto, isso deve estar na nossa Constituição. Nada mais natural que, com a crescente emancipação da mulher, ela busque espaços antes pouco desbravados. E ai daquele homem que tente contestar esse novo cenário. Hoje, com a Lei Maria da Penha (lei para as mulheres e não para os homens?), elas têm mais razão do que nunca.

Você já viu um Bambi cavalo?

O que comprar para o Dia das Crianças

Depois de amanhã é Dia das Crianças e você ainda não comprou presentes. Vai deixar a criançada na mão?

Se você tem filhos, sobrinhos, netos, enteados, filho de amigos, e etc, aí da dá tempo. Criança é criança, e ela está esperando sua boa vontade.

Uma dica de ouro para escolher o presente é a seguinte: não compre roupas. Roupa é a casa do caralho, a criança vai pensar. E você irá ficar marcado para sempre na memória como o regulão.

Criança gosta de brinquedo. Se for menino, não tem como errar. Escolha carrinhos, bolas, arminhas de água, bonecos de super heróis. Isso, se você for pão duro, ou não tiver muita intimidade com o moleque. Se for parente, e for o primeiro presente, tente aqueles brinquedos incrementáveis: um vídeo game hoje, e jogos toda vez que for visitar o abençoado. Com os jogos pirateados hoje em dia, fica fácil acertar. E o moleque vai gostar mais de você do que do próprio pai.

Nessa mesma linha, incluo coleção de carrinhos, ou um conjunto caprichado de trenzinhos. Com o tempo, você pode dar novas peças.

Para as meninas, bonecas. Tem uma centena de bonecas por aí, que até falar já estão falando. E menina gosta de bonecas. Não tem erro.

Da mesma forma, se você for abonado, ou padrinho, ou pai, aí a coisa é mais refinada. Pode partir pra cima das Barbies mais sofisticadas (para as mocinhas), ou aqueles kits de cozinha, com fogões, geladeiras, quartinhos montados… morra aí, por favor, peo menos uns R$ 150,00.

Bonecas são, por padrão, auto-incrementáveis (um termo da computação hehe). Então se você der bonecas, pode dar roupinhas da boneca também (com a boneca). Só dar a roupinhas não rola. Se você for muito pão-duro, pode comprar aquelas Pollys, que são mais batatinhas, e tem uma infinidade de coisinhas. E sempre dá pra comprar mais uma bonequinha junto.

Se você for muito pobre, ou tiver sido abençoado pra valer mesmo, e tiver trocentos pirralhos pra agradar, não se preocupe. Existem por aí brinquedos baratinhos (aqueles de plástico mesmo, que vêm em saquinhos). Se o cristão do moleque for bonzinho, vai agradar da mesma forma.

Tomo como exemplo a minha infância. Tive a sorte de ter pais e tias que me deram de tudo um pouco. Mas dois brinquedos que marcaram a minha infância foram dados por um tio do meu pai. Era um carrinho de plástico colorido, desmontável, menor que uma caixa de fósforos, e um pião menor ainda, com uma espiral desenhada. Brinquedinhos que custaram, sei lá, R$ 10,00 nos dias de hoje?

Bom… brinquei muito com eles. E comigo funcionaram. Tive pouco contato com esse tio do meu pai, mas sou muito grato a ele.

Avisar antes que ali é uma casa de família

Você sabe o que é uma casa de família? Segundo o consenso popular, casa de família é aquela onde seus moradores têm boa índole, com reputação ilibada, trabalhadores. É uma casa onde não mora nenhum mau elemento.

Saber se uma casa é de família mesmo não é fácil. As aparência enganam… e mesmo adentrando a casa, só convivendo com seus moradores é que podemos saber, ainda que pouco, se são pessoas boas mesmo.

Uma das formas de se pensar, erroneamente, que uma casa não é de família, é saber onde tal casa está localizada. Isso faz parte subconsciente popular. Preconceito inato. Eu, você, todos podemos fazer um pré-julgamento, sem nem conhecer as pessoas, e dizer que tal casa, em determinado bairro, não é uma casa de família… só pelo fato dela estar situada lá.

Imagine o cenário: um certo bairro, da cidade de Campinas, é mundialmente conhecido pela quantidade exagerada de mulheres que trabalham como prostitutas. Oferendo seus serviços no portão das casas, Itatinga, o bairro, tem a maior quantidade de mulheres da vida por metro quadrado no Brasil.

Andar por Itatinga é assustador. Em pleno dia, as mulheres abordam os visitantes, que passeiam tranquilamente pelos bairros. Carros e mais carros escolhem em qual local irão parar e dar uma relaxada. É só olhar em volta, em meio a centenas de mulheres de trajes íntimos, se exibindo, incitando o imaginário masculino, em troca de dinheiro.

Voltemos aos fatos. O que você iria dizer se visse uma foto de uma casa, no bairro de Itatinga? Imagine-se de frente para a casa. Atrás de você, algumas vizinhas dançando funk. A vizinha do lado, com as pernas a mostra. Do outro lado, uma Land Hover, e algumas mulheres disputando a tapa a atenção do motorista…

O que você diria das pessoas que moram em uma casa naquela região? Fale a verdade?

Bom, uma casa em especial em Itatinga merece o seu respeito. Peça perdão mentalmente ao morador da casa, que você nunca viu na vida. Isso, porque bem na porta da casa, está uma singela placa, afixada no portão. E essa placa diz tudo.

Residência Familiar

Residência Familiar

http://www.brasilstreetview.com/map/63081/jardim-itatinga-campinas-mas

Como andar sobre penhascos e desfiladeiros

Não sei se esse é o nome correto: penhascos ou desfiladeiros… só sei que o negócio é alto pra caramba.

Não olhe para baixo

Não olhe para baixo

Pearl Shoal Cachoeiras na China

Me desculpe, mas até em questão de natureza, a China é foda.

Cachoeiras na China

Cachoeiras na China