Como Pode?

Icon

Você já se fez essa pergunta hoje?

O que fazer com vizinhos chatos

Normalmente, quem chama o vizinho de chato está sendo econômico. Isso porque, a partir do momento que um vizinho passa a ser “chato”, ele já é um filho da puta, um desgraçado, um aborto mal sucedido.

Vizinhos chatos normalmente não respeitam ninguém. Fazem o que querem. Meus piores vizinhos davam festas (na garagem) até tarde da noite, gritavam, falavam alto, não respeitavam a nossa garagem, e por aí vai.

Como a casa era alugada, acho que eles não estavam nem aí pra nada mesmo. Qualquer coisa, era só se mudarem. Se eu batesse o pé, se a coisa ficasse brava mesmo, eles poderiam se mudar, e pronto. Mas e quando o vizinho é dono da casa?

Nunca entrei em guerra com vizinho. Mas já liguei o som algo, bem alto, pra deixar claro que algo estava errado. E acho até que eles perceberam, já que só fui desligar o som às 4:00 h da manhã. Foi Calypso a noite inteira. Muita Joelma e Chimbinha. Nem eu aguentava mais… mas foi por uma boa causa. Ninguém da casa deve ter trabalhado direito naquele dia, afinal, não dormiram.

Imaginei alguns apetrechos para poder incomodar ainda mais o vizinho, mas eles se mudaram. Se eu tivesse muito dinheiro, eu faria o seguinte:

1) Compraria alguns aparelhos de som. Uns 30 mais ou menos, todos completos. Faria um esquema no computador, e agendaria no cron (comando do linux) algo pra disparar, das 7:00 h até as 22:00 h, um comando que ligasse todos os aparelhos. Com a mesma música. No máximo volume. Calypso. Deixaria ligado de dia, já que de noite impera a lei do silêncio.

2) Durante a noite, usando o mesmo cron, eu pegaria algo como aquele negócio que o pessoal que toca bateria usa no pé. Deve ser pedaleira o nome, que bate no tambor. Das 22:00 h até as 5:00 h, a pedaleira bateria na parede em uma sequência que forçasse o cara a perceber o ritmo. Nada muito escandaloso. Só ele iria perceber o batuque. ALiás, os batuques. Umas 50 pedaleiras.

3) Das 5:00 h até as 6:59 h, silêncio total. Mas quando desse 7:00 h, horário permitido, e o digníssimo vizinho estivesse dormindo…

Category: Natureza, Pessoas

Tagged:

Leave a Reply