Como Pode?

Icon

Você já se fez essa pergunta hoje?

Eu gostei do circo

A última vez em que fui num circo tem, pelo menos, uns 25 anos. Lembro vagamente de ter ido com meu pai, quando eu era criança ainda. O palhaço me deixou meio traumatizado naquele dia. Numa de suas brincadiras, ele sentou no colo do meu pai, fez alguma graça… e é só isso que lembro.

Hoje tive o prazer de ir num circo com minha filha. É um circo bem modesto, familiar, como dizem por aí. Acompanhei esses últimos dias ele subindo aos poucos, devagar. Bem do lado de casa.

Ver as pessoas levantando o circo, fazendo uns gatos, endireitando as antenas Sky em seus traillers, não me causou boa impressão. Meio que fui preconceituoso, julgando aquele povo que se instalavam num terreno baldio, sem cerimônia.

Ao entrar no circo, no entanto, mudei radicalmente de opinião. Ver os palhaços, que no dia anterior davam duro pra erguer os postes, as grades… ver o homem que cospe fogo, e que no dia anterior, capinava parte do terreno… ver a adolescente trapezista, que no dia anterior, parecia uma vagabunda, estirada numa rede, à toa…

Como somos preconceituosos. Tive a imensa felicidade de sorrir com as piadas contadas pelos palhaços. Meus olhos, tanto quanto os de minha filha, brilharam quando vi os malabares. Me emocionei quando vi o palhaço, que segundos antes estava no palco, e que momentos depois estava na correria, vendendo brinquedinhos na platéia.

Trabalhar em circo não deve ser fácil, mas o trabalho deve ser dos mais gratificantes. Ver o sorriso das crianças, dos adultos, que se entregam a essa volta à infância, deve ser demais.

Category: Curiosidades, Interessante

Tagged:

Leave a Reply