Como pagar empréstimo antecipado

Muitas pessoas que têm empréstimos em bancos ou financeiras podem estar em boa situação, e podem querer quitar algumas parcelas (ou até o total). Esse é o exemplo clássico de antecipação de parcelas, amortização, liquidação de empréstimo. Chame como quiser.

Quitar um empréstimo tem muitas vantagens. Uma delas, por exemplo, é conseguir um desconto no valor. Normalmente, quando se paga um empréstimo, ou se pagam algumas parcelas, a instituição financeira responsável oferece um desconto proporcional à totalidade do que falta pagar. Ou seja: quanto mais parcelas forem pagar, maior o desconto.

Existem duas formas principais de se antecipar as parcelas de um empréstimo. Uma, é a chamada liquidação crescente, onde são antecipadas as parcelas que viriam normalmente na sequência. Você paga a parcela do mês que vem, e do outro mês seguinte, por exemplo.

Outra forma de se pagar um empréstimo é quitando as parcelas lá do final do seu financiamento. Você pode quitar a última, a antepenúltima, etc… é o chamado “pagar de baixo para cima”, ou “pagar do fim pro começo”.

Qual a diferença entre esses dois tipos de pagamento? Eu não sei. Sei que, de acordo com o tipo de amortização contratado pela empresa de financiamento, quando você paga as parcelas do começo, você estaria pagando parcelas que geram lucro na forma de juros para o banco. Isso porque as primeiras parcelas são assim mesmo, primeiro dão a vantagem para a instituição. As últimas parcelas, essas sim são as parcelas relativas ao que você contratou de fato, sem muitos juros para o banco. São parcelas mais “reais”.

Se você paga parcelas do começo, você está pagando bastante para a instituição. Eles recebem o que lhes é devido. Mas você pode se ver livre de parcelas que te atormentam no começo dos financiamentos, por exemplo. Pagando algumas logo de cara, você ficaria livre, pelo menos por alguns meses, do financiamento contratado.

Pagar parcelas do “fim para o começo” têm também suas vantagens. Você está diminuindo o tempo do seu empréstimo. Antecipando 10 parcelas do fim, por exemplo, você terá 10 meses a menos para pagar. Isso é válido, quando a pessoa tem planos para o futuro, e que já ir planejando tudo.

A diferença na ponta do lápis entre esses dois tipos de amortização não é fácil de se calcular. Isso porque, quando se tem dinheiro para quitar empréstimo, não necessariamente sabemos se vamos ter mais dinheiro mais para frente. Se não vamos ter dinheiro mais pra frente, o melhor é não pagar. Guarde pra eventuais necessidades.

Se você vai ter dinheiro mais pra frente, o cenário muda. Você pode pagar as primeiras parcelas… e assim que receber mais dinheiro, pode, ou aplicar um pouco (caso tenha pago muitas parcelas, e tenha “folga” do financiamento), ou pagar mais parcelas do começo. Pode também liquidar um monte de parcelas do final. Pagando do final, se pagam mais parcelas em quantidade do que se pagarmos no começo, com a mesma quantidade de dinheiro. Lembra-se dos juros que se paga aos bancos no começo? Eles que acabam diferenciando a quantidade de parcelas pagas com a mesma quantidade de parcelas.

Faça as contas.

Posts relacionados:

  1. Como evitar filas em bancos
  2. Como trabalhar no Japão
  3. Como morar em uma república de estudantes
  4. Como ganhar dinheiro postando na Internet
  5. Como ganhar dinheiro trocando cheques

3 Comments

  1. viviane says:

    Lega a Matéria sobre Empréstimo.Eu tive que Fazer um e estou sem Emprego,foi Necessário.Agora que arrumar Emprego vou Procurar Antecipar os Pagamentos :)

  2. viviane says:

    Legal :)

  3. ERD says:

    Bom artigo, alías, belissimo, mas, eu quero saber o seguinte e, se o banco se negar, tipo, eu peguei um empréstimo consignado, 48x de 146,16, já quitei 30x, agora quero pagar pelo menos +4 parcelas…

Leave a Reply

Powered by WP Hashcash